A Educação em nosso País

27 02 2009

 

A educação em nosso país está longe de ser satisfatória. Embora o número de matrículas em escolas públicas e particulares tenha aumentado, o número de alunos que concluem o ensino fundamental continua sendo muito mais baixo do que o número de matrículas!

De acordo com o IBGE, no final da década de 1990, apenas duas de cinco pessoas entre 15 e 18 anos tinham completado o ensino fundamental. Realmente, as condições de nosso país estão muito ruins.

 

Qualidade de educação exige metas ambiciosas

 

Em 2009, estudantes brasileiros de 15 anos participarão mais uma vez do exame global de maior repercussão sobre a qualidade do ensino: o PISA, sigla em inglês que quer dizer programa internacional de avaliação de alunos. Em 2007 nossos resultados foram desanimadores: o Brasil ficou 53º em matemática e 52º em ciências, entre 57 participantes.

Em leitura fomos o 48º, porque os americanos não participaram.

A revista Nova Escola fez uma entrevista com o alemão Andreas Schleicher o responsável pelo PISA, e uma das perguntas foi:

 

 “O que os professores devem fazer com esse diagnóstico?”

Schleicher: Podem usá-lo para repensar a prática na sala de aula. Se um professor recebe apenas a pontuação de sua aula, é muito provável que não sabia o que fazer com ela. Já um profissional que utiliza os resultados como forma de aprimorar sua atuação tem em mãos uma ferramenta muito útil. Com a avaliação, o professor se vê no espelho, percebendo com clareza pontos fortes e fracos.

 

  “Escolas e educadores devem perceber que alunos comuns têm capacidades e talentos fantástico.”

 (Matéria da revista Nova Escola, nº 217, pagina 34 a 38).

 

 

Por que é bom gostar de ler?

 

O brasileiro lê cerca de dois livros por ano. Na Inglaterra a media chega a cinco livros anuais.

Devemos mudar isso, porque quanto mais lemos mais adquirimos conhecimento porque o conhecimento é o único patrimônio que ninguém tira do ser humano.

Ler é divertido e fundamental para a formação pessoal. Presenteie seus filhos, seus amigos e seus familiares com um bom livro. Mais se eles não gostam de ler aí vão algumas dicas:

 

O que você pode fazer para estimular alguém a ler?

 

ü      Leia para dar exemplo.

ü      Leia com ele (ou para ele) meia hora por dia.

ü      Leve-o a bibliotecas ou livrarias.

ü      Dê livros, gibis ou revistas.

ü      Empreste livros.

 

Helena Cremm Cintra, 13 Anos.

Nova Escola Nº189, 192, 217, 218 e 219.

www. Ibge.gov.br /datas/escola/dados.html

About these ads

Ações

Informação




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: